Materialismo Dialético

Juliana Bezerra

O materialismo dialético é uma corrente filosófica que utiliza o conceito de dialética para entender os processos sociais ao longo da história.

Essa teoria faz parte do marxismo socialista, criada por Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895).

Além do materialismo, Marx e seu companheiro Engels (1820-1895) desenvolveram diversas teorias juntos com o intuito de compreender as relações sociais.

Lembre-se que o marxismo é o nome dado as ideias desenvolvidas pelo filósofo Marx, considerado um dos mais influentes pensadores da modernidade.

Características do materialismo dialético

Na concepção marxista, a dialética é uma ferramenta utilizada para compreender a história. A dialética marxista considera o movimento natural da história e não admite sua maneira estática e definitiva. Segundo Engels:

O movimento é o modo de existência da matéria”.

Sendo assim, a história quando é analisada como algo em movimento torna-se transitória, que por sua vez, pode ser transformada pelas ações humanas.

Nesse caso, a matéria possui uma relação dialética com os âmbitos psicológico e social. E assim, os fenômenos sociais são interpretados através da dialética.

Por meio dessa relação dialética entre o ambiente, o organismo e os fenômenos físicos, os seres humanos, a cultura e a sociedade criam o mundo, ao mesmo tempo que são modelados por ele.

Vale notar que o materialismo dialético é oposto ao idealismo filosófico que acredita que o mundo material é um reflexo do mundo das ideias.

Por outro lado, para o materialismo dialético, o corpo e a mente são indissociáveis e os seres humanos podem modificar o mundo real, e não somente observá-lo.

Você Sabia?

A termo “dialética” vem do grego “dialegos” e significa “movimento de ideias”. Dessa forma, a dialética é a arte do diálogo em forma de debate.

Esse conceito já era utilizado pelos gregos na antiguidade. Segundo Platão, a dialética é um instrumento essencial para alcançar a verdade.

Materialismo Histórico

O materialismo histórico, diferente do dialético, estuda as formas de produção da vida material das sociedades.

Essa vertente marxista afirma que as relações sociais são fruto do trabalho dos seres humanos, bem como do que produzem para suprir suas necessidades materiais.

Materialismo Mecanicista

O materialismo mecanicista é um tipo de materialismo que vigorou a partir do século XVIII. Essa vertente está intimamente relacionada com o avanço dos processos tecnológicos da Revolução Industrial.

De acordo com essa teoria filosófica, os fenômenos sociais são comparados a uma grande engrenagem mecânica.

Quer saber mais? Leia também os textos:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.