Megacidades


A megacidades representam grandes centros urbanos que concentram a maior quantidade de habitantes do planeta. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), as megacidades são aquelas que abrigam elevada densidade populacional, com mais de 10 milhões de habitantes. Grande parte das megacidades fazem parte de países emergentes ou subdesenvolvidos.

Seu crescimento pode ocorrer de forma descontrolada e sem planejamento, o que leva a diversos problemas sociais e urbanos, do qual merece destaque a poluição. Quanto a isso, muito moradores das megacidades, utilizam máscaras para saírem de casa.

Por sua vez, existem maneiras de diminuir a poluição nos grandes centros, por exemplo, optar por um meio de transporte menos poluente. Muitos governos das megacidades estão atentos ao assunto e buscando alternativas que causem menor impacto no ambiente, além de realizarem campanhas para alertar a população.

Com o processo de globalização a partir do século XX, o número de megacidades aumentou consideravelmente no mundo. Atualmente cerca de 21 megacidades estão espalhadas pelos continentes, sendo a capital do Japão, Tóquio, a maior delas, já considerada uma “Metacidade” com mais de 30 milhões de habitantes. No Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro são as duas megacidades do país.

MegacidadesTóquio, Japão

Observe que uma nova megacidade pode surgir sobretudo com o aumento do êxodo rural, que mobiliza as pessoas das áreas rurais a buscarem melhores ofertas de emprego e qualidade de vida nos grandes centros urbanos.

De acordo com estudos da ONU, em 2050 sete de cada dez pessoas viverão em cidades, o que levará ao aumento das megacidades no mundo. Estima-se que em 2050 existirão 23 megacidades.

Problemas das Megacidades

Muitos problemas estão associados ao crescimento das megacidades, a saber:

  • Poluição sonora e visual
  • Poluição atmosférica
  • Crescimento da violência urbana
  • Proliferação de doenças respiratórias e alérgicas
  • Expansão da favelização
  • Excesso de trânsito (congestionamento)
  • Problemas de mobilidade urbana
  • Falta de saneamento básico para parte da população
  • Problemas de abastecimento (água, energia, etc.)

Lista de Megacidades do Mundo

Segue abaixo a lista das megacidades do mundo e o número de habitantes que cada uma abriga:

  1. Tóquio (Japão): 36.669.000 habitantes
  2. Déli (Índia): 22.157.000 habitantes
  3. São Paulo (Brasil): 20.262.000 habitantes
  4. Mumbai (Índia): 20.041.000 habitantes
  5. Cidade do México (México): 19.460.000 habitantes
  6. Nova York (Estados Unidos): 19.425.000 habitantes
  7. Xangai (China): 16.575.000 habitantes
  8. Calcutá (Índia): 15.552.000 habitantes
  9. Daca (Bangladesh): 14.648.000 habitantes
  10. Los Angeles (Estados Unidos): 13.156.000 habitantes
  11. Karachi (Paquistão): 13.125.000 habitantes
  12. Buenos Aires (Argentina): 13.074.000 habitantes
  13. Pequim (China): 12.385.000 habitantes
  14. Rio de Janeiro (Brasil): 11.950.000 habitantes
  15. Manila (Filipinas): 11.628.000 habitantes
  16. Osaka-Kobe (Japão) 11.635.000 habitantes
  17. Cairo (Egito): 11.005.000 habitantes
  18. Lagos (Nigéria): 10.578.000 habitantes
  19. Moscou (Rússia): 10.550.000 habitantes
  20. Istambul (Turquia): 10.525.000 habitantes
  21. Paris (França): 10.485.000 habitantes

Cidades Globais

Diferente das Megacidades, as cidades globais possuem uma menor densidade populacional, no entanto são centros urbanos com grande concentração de poder (político e econômico) e influência mundial.

Em outras palavras, é nas cidades globais que economia global é administrada e planejada, sendo, portanto, sede do poder. Vale lembrar que uma cidade pode ser global ao mesmo tempo que é considerada uma megacidade, por exemplo, Tóquio, São Paulo e Nova York.

Para completar sua pesquisa no assunto, leia também os artigos: