Neoplasticismo


O Neoplasticismo foi um movimento artístico vanguardista das artes (plásticas, arquitetura, designer, escultura, literatura) que teve início no século XX, sendo seu precursor o pintor neerlandês Piet Mondrian. Foi ele o criador do termo que deu nome ao movimento, definido em uma de suas obras: “Le Neo-plasticisme”.

NeoplasticismoExemplo de Arte Neoplástica

O movimento neoplástico, baseado nos ideais dos movimentos cubista e naturalista e, ainda na teosofia, propunha uma nova expressão artística, ou seja, uma nova “plasticidade” pautada na abstração geométrica e redução da expressão plástica, expressas pela clareza, objetividade e ordem.

O Primeiro Manifesto do Neoplasticismo, foi publicado na Revista “De Stijl” (O Estilo), em 1918, ano do fim da primeira guerra mundial. O segundo e o terceiro manifesto, foram publicados dois anos mais tarde (1920). No total foram cinco manifestos publicados até 1923, entretanto, a revista vigorou até 1928, quando o movimento começa a apresentar um declínio.

Segundo a primeira edição da revista: “O objetivo da revista de arte De Stijl é apelar para todos aqueles que acreditam na reforma da arte e da cultura para aniquilar tudo o que impede o desenvolvimento, do mesmo modo que fizeram no campo da arte nova suprindo a forma natural que contraria a própria expressão da arte, a conseqüência mais alta de cada conhecimento artístico.”

Assim, ao lado do artista Theo van Doesburg, e de outros colaboradores, Mondrian fundou a revista “De Stijl”, em 1917, que se tornou órgão fundamental de difusão do movimento neoplástico durante mais de dez anos. A principal ideia desses artistas era de reduzir a obra artística ao ponto mais puro da criação artística. Sobre isso, afirma Theo van Doesburg:

Porque nada é mais concreto nem mais real do que uma linha, uma cor, uma superfície… uma mulher, uma árvore, uma vaca são concretos no estado natural, mas, no contexto da pintura, são abstratos, ilusórios, vagos, especulativos – enquanto um plano é um plano, uma linha é uma linha, nem mais nem menos.”

Mondrian foi colaborador da revista até 1924, quando apresentou divergências de pensamento com Theo van Doesburg, sobretudo acerca da “Teoria do Elementarismo”, que focava na presença de linhas diagonais em detrimento das verticais e horizontais, fato que constestava Mondrian.

Na época, o movimento foi muito criticado por diversos artistas, principalmente por aqueles que rejeitavam a corrente abstracionista, colocando em questão a “verdadeira arte”, que segundo os críticos, estava longe da arte neoplástica, sem representação. No entanto, o movimento neoplástico influenciou diversas movimentos artísticos como a "Escola de Bauhaus" e o "Abstracionismo".

Para saber mais: Abstracionismo

Principais Características

As principais características da arte neoplástica são:

  • Arte abstrata e objetiva
  • Uso de formas geométricas simples
  • Uso de cores primárias e puras
  • Rejeição à simetria e à arte figurativa (arte como representação)
  • Eliminação do espaço pictórico tridimensional

Principais Representantes

Os principais artistas do movimento neoplasticista foram:

  • Piet Mondrian (1872-1944): pintor neerlandês
  • Theo van Doesburg (1883-1931): pintor, escultor, arquiteto, designer e poeta neerlandês
  • Gerrit Rietveld (1888-1964): arquiteto e designer neerlandês
  • Ilya Bolotowsky (1907-1981): pintor russo
  • Albert Jean Gorin (1899-1981): pintor francês
  • Burgoyne Diller (1906-1965): pintor estadunidense
  • Georges Vantongerloo (1886-1965): escultor e pintor belga
  • Bart van der Leck (1876-1958): pintor e designer neerlandês.
  • Vilmos Huszár (1884-1960): pintor e designer húngaro
  • Jacobus Johannes Pieter Oud (1890-1963): arquiteto neerlandês