O que é minimalismo?

Laura Aidar

Atualmente, muito se fala sobre minimalismo. Esse conceito tem se tornado cada vez mais recorrente e muitas pessoas se identificam como minimalistas.

Inicialmente, o termo referia-se a manifestações artísticas e culturais que ocorreram em distintos momentos do século XX. Elas baseavam-se em utilizar somente o mínimo de elementos estruturais como forma de expressão da arte e da comunicação.

Entretanto, com o tempo, tal ideia também foi incorporada a outras áreas da expressão humana e transformou-se em um estilo de vida.

Minimalismo como estilo de vida

minimalista

O estilo de vida minimalista baseia-se em diminuir drasticamente os níveis de consumo, adquirindo apenas os objetos necessários para uma vida plena.

Mas, além disso, essa forma de viver busca olhar para os prazeres que o consumo desenfreado não compra. Os adeptos do minimalismo priorizam uma vida mais simples e focada em seus reais interesses, realização pessoal e autonomia.

Sanar as dívidas, fazer compras mais conscientes e se desfazer de tudo o que não tem utilidade são algumas atitudes para quem pretende iniciar essa maneira de viver.

Vale lembrar que, de alguma forma, esse tipo de comportamento valoriza o autoconhecimento, criticando a sociedade de consumo, o fetiche da mercadoria e o sistema capitalista.

Estética minimalista

Minimalismo também pode ser referir a uma estética, ou seja, à aparência que as coisas possuem. Nesse caso, uma estética "clean", simples e com cores neutras.

Tatuagem minimalista

tatuagem minimalista

Os desenhos permanentes feitos na pele costumam carregar significados e beleza. A tatuagem minimalista é aquela que, por meio de traços finos, delicados, e geralmente sem preenchimento, adorna o corpo discretamente.

Por conta disso, o público feminino é maioria na hora de escolher tatuar desenhos desse estilo.

Vestuário minimalista

estilo minimalista

Já no vestuário, o o estilo minimalista se apresenta em forma de roupas chamadas de "coringas", ou seja, que podem ser combinadas entre si de várias formas, reduzindo assim a quantidade de peças no armário.

De tons neutros (geralmente branco, preto, listrado, cinza, bege, azul e marrom), a ideia é que essas peçam sejam de boa qualidade e atemporais, feitas para durar muitos anos.

Minimalismo na decoração

decoração minimalista

Na decoração, a tendência minimalista se dá na criação de ambientes amplos, com poucos móveis e paleta cromática neutra.

Essa forma de decorar traz leveza, melhorando os níveis de estresse e mantendo nos cômodos somente o necessário.

Arte Minimalista

escultura minimalista Donald Judd
Escultura minimalista de Donald Judd

No final dos anos 50 e início dos anos 60, surgiu em Nova Iorque (EUA) uma corrente artística que se denominou minimal art - traduzida para o português como "arte minimalista".

Os adeptos dessa vertente primavam pela síntese em suas produções, utilizando somente os elementos necessários. Nas artes plásticas, as formas simples, geométricas e puras são priorizadas.

Alguns artistas que se destacaram nesse estilo de arte são: Sol LeWitt (1928-2007), Frank Stella (1936), Donald Judd (1928-1994) e Robert Smithson (1928-1994).

É importante dizer que foi juntamente com esse movimento que começou a se pensar no minimalismo de forma mais filosófica, o que influenciou a criação do minimalismo como estilo de vida, vestuário, decoração e demais expressões.

Se quiser saber também sobre outras vertentes da arte relacionadas, leia:

Laura Aidar
Laura Aidar
Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007. Formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design de São Paulo (2010).