Rio Nilo


O Rio Nilo é um rio caudaloso que está localizado no continente africano e sua bacia hidrográfica abrange cerca de 10 países: Egito, Etiópia, Uganda, Ruanda, Burundi, Quênia, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia, República Democrática do Congo.

Situado no nordeste da África, o Nilo é o rio de maior extensão do mundo com aproximadamente 7 mil quilômetros. Sua nascente é em Uganda, e sua foz é no Mar Mediterrâneo. Parte do rio Nilo passa pelo Deserto do Saara.

Rio Nilo

Ele nasce da confluência de dois rios: Nilo Branco e o Nilo Azul, e sua bacia hidrográfica abrange cerca de 3 milhões de km², sendo utilizado como fonte de energia elétrica através do represamento de suas águas. A usina hidroelétrica de Assuã, construída em 1971, possui grande importância na região.

O rio Nilo apresenta grande irregularidade em seu volume de água e nos períodos de cheias (junho a setembro) fertilizam suas margens com os húmus (matéria orgânica) e irrigam as planícies que o circundam. Todavia, seu regime natural de cheias foi alterado desde a construção da hidrelétrica de Assuã.

Importância do Rio Nilo na Antiguidade

Para os egípcios o rio Nilo era sagrado. Algumas histórias bíblicas de Moisés citam o rio Nilo. Desde a antiguidade, o ele teve um papel preponderante na construção de diversas civilizações, posto que muitas populações ribeirinhas se desenvolveram em suas margens.

Rio Nilo

Sua existência permitiu o desenvolvimento da civilização egípcia, visto que maior parte do território está localizado em regiões desérticas.

Próximo ao rio, eles viviam da pesca e da agricultura (sobretudo cultivo de cereais) garantida pelas cheias do Nilo, que favoreciam a fertilização do solo.

Além da agricultura, o rio Nilo foi uma das mais importantes fontes de água para os egípcios e ainda, permitiu a intensificação do transporte (de pessoas e de mercadorias) e do comércio na região.

Aprofunde seus conhecimentos sobre os egípcios e a África com a leitura dos artigos:

Rio Nilo Atualmente

Até os dias de hoje, o rio Nilo possui elevada importância para as populações africanas, uma vez que garante a sobrevivência de parte do continente. É um rio fronteiriço e, portanto, compartilha de suas águas com outros países, sendo essencial para o desenvolvimento social e econômico de diversos territórios africanos.

O turismo é uma das atividades muito apreciada por diversos estrangeiros. Entretanto, o impacto dessa atividade na região por meio da expansão de hotéis flutuantes, tem gerado muita poluição e perda da biodiversidade local.

Fauna e Flora

A região do rio Nilo apresenta grande biodiversidade com diversas espécies de peixes, aves, répteis. O animal que merece destaque é o crocodilo do Nilo, um dos maiores do planeta.

Parte do Nilo é cercado por florestas tropicais, donde encontra-se há grande variedade de espécies vegetais, com árvores de grande e médio porte. Destacam-se as seringueiras, bananeiras e bambus. A medida que se aproxima da região desértica a vegetação torna-se mais escassa.