Tundra


A Tundra é um bioma frio e inóspito com um tipo de vegetação esparsa, em grande parte rasteira. Ela é considerada o bioma mais frio da Terra.

A tundra está presente no topo do hemisfério norte do globo, na região do Círculo Polar Ártico. Ela abrange países como Rússia, Groenlândia, Noruega, Finlândia, Suécia, Alasca e Canadá.

TundraUrso polar no pôr-do-sol da tundra

Tundra e Taiga

A Taiga e a Tundra são vegetações semelhantes pois ambas se desenvolvem em lugares frios com longos invernos, embora apresentem algumas diferenças.

A tundra é mais fria que a taiga uma vez que está localizada mais acima do globo, na região do polo norte.

Na vegetação da taiga é comum a presença de árvores (sobretudo coníferas), enquanto que na tundra é difícil encontra-las, sendo composta majoritariamente por uma vegetação rasteira.

Em ambos biomas, existem animais que hibernam nos longos invernos, tal qual o urso.

Para saber mais: Ártico.

Tipos de Tundra

De acordo com localização, tipo de relevo e vegetação que desenvolvem, a tundra é classificada de duas maneiras, a saber:

  • Tundra Ártica: caracterizada pela latitude, a tundra ártica é encontrada nas regiões mais frias do ártico, próximas ao polo norte.
  • Tundra Alpina: caracterizada pela altitude e com clima mais ameno que a tundra ártica, a tundra alpina é encontrada no alto das montanhas chamadas alpes (cordilheira europeia), sendo destituídas de árvores devido aos fortes ventos que atingem a região.

Solo e Clima

Na Tundra, os ventos são muito fortes com baixo índice pluviométrico. O clima que caracteriza as regiões em que se desenvolve a tundra é polar, ou seja, seco com frio intenso na maior parte do ano.

A tundra é composta de duas estações. No curto verão (cerca de 2 meses) os dias são longos, podendo atingir temperaturas de no máximo 10°C. Ao contrário do longo inverno (cerca de 10 meses), o qual apresenta dias mais curtos com temperaturas negativas, que podem atingir o -40 °C.

Dessa forma, o solo da tundra é raso e formado por terra, pedras e gelo. Ele é chamado de “permafrost” (permanentemente gelado), o que indica seu congelamento na maior parte do ano, dificultando a existência de grande variedade vegetativa. No entanto, no verão a neve derrete formando regiões pantanosas.

Leia também sobre o Clima Polar.

Fauna e Flora

Ao pensarmos no clima da tundra, acreditamos ser impossível a vida numa região tão fria do planeta com condições tão adversas.

Entretanto, diversos animais fazem parte dessa gélida paisagem, donde muitos vivem na tundra somente no curto verão, migrando para regiões mais quentes no inverno.

Assim, além dos inúmeros insetos na tundra há lobos, ursos, alces, renas, cabras, roedores, raposas, lebres, perdizes, corujas, dentre outros.

Curioso notar que muitos animais que sobrevivem na tundra possuem uma coloração de pelagem decorrente da mudança de paisagem.

Assim, no inverno, a fim de se camuflarem, a pelagem de muitos animais permanece branca como a neve, enquanto no verão surgem mais escuras.

Da mesma maneira, a flora da tundra é variada, embora não existam árvores maiores justamente pelos fortes ventos frequentes na região.

No entanto, alguns tipos de vegetais adaptados ao clima polar se desenvolvem no bioma, por exemplo pequenos arbustos, ervas, líquens, musgos, gramíneas. Além disso, é possível encontrar pequenas árvores esparsas que sobrevivem ao clima.

Existem registros de que plantas carnívoras já foram encontradas nas tundras da Sibéria, mesmo estas sendo comuns em locais quentes e úmidos.

Curiosidades

  • A palavra “Tundra” na língua finlandesa significa "planície sem árvores", enquanto que na língua russa, significa “terras elevadas” ou “região montanhosa desprovida de árvores”.
  • A área coberta pela tundra ocupa cerca de um quinto da superfície terrestre.