Arquitetura Contemporânea


A arquitetura contemporânea é marcada por diferentes influências e reúne um conjunto de características e tendências. Esse estilo teve início no final dos anos 80 e permanece até os dias atuais.

As principais características dos projetos da arquitetura contemporânea revelam a mistura de várias tendências, como o moderno e o pós-moderno em um comportamento definido como pluralismo.

Podemos destacar as casas ou construções com formato irregular, incomum, pisos abertos, janelas em grandes dimensões e o apelo ao uso de materiais reutilizáveis.

Bosjes Chapel na Africa do Sul
Bosjes Chapel (capela Bosjes), na África do Sul, um grande exemplo de arquitetura contemporânea

Embora utilizem materiais industriais, como o aço e o concreto, os projetos arquitetônicos atuais também dão vazão à funcionalidade, ao conforto térmico, design orgânico e privilegiam a economia verde.

Entre as marcas da arquitetura contemporânea está o uso da luz natural, a conexão do espaço interior e a personificação dos projetos.

Principais Características

As principais características da arquitetura contemporânea são:

  • Uso de materiais naturais e sustentáveis: pisos de bambu, bancas de granito, telhados vivos, exuberância no paisagismo.
  • Utilização de materiais recicláveis e não tóxicos: pisos feitos com materiais cuja fabricação não é agressiva ao meio-ambiente; tintas menos tóxicas.
  • Luz natural: uma das principais características deste tipo de construção, com destaque para as grandes janelas e claraboias.

Arquitetura Contemporânea Brasileira

O modelo arquitetônico aplicado hoje no Brasil não difere da tendência mundial, de unir os estilos.

Os projetos nacionais privilegiam o minimalismo e, como ocorre com o restante do mundo, a integração ao meio-ambiente, aproveitamento de materiais e uso acentuado da tecnologia.

O Museu de Arte Contemporânea de Niterói, projetado por Niemeyer
O Museu de Arte Contemporânea de Niterói, projetado por Niemeyer

O mais importante nome da arquitetura contemporânea brasileira e um dos mais influentes destaques na área no mundo é o carioca Oscar Niemeyer (1907-2012). Sob a sua responsabilidade estão valorosos conjuntos arquitetônicos do Brasil e de vários países.

Coube a Niemeyer projetar Brasília (DF), em suas formas surpreendentes. O arquiteto provou ser possível explorar as formas arredondadas nos projetos e escapar da exatidão da reta.

Arquitetura Verde

Os chamados edifícios verdes estão cada vez mais em uso na arquitetura contemporânea. Nesses locais, os projetos são voltados para garantir eficiência energética e aproveitar materiais sustentáveis.

Do lado de fora, o aproveitamento do espaço é caracterizado, por exemplo, pelos chamados telhados vivos, utilizados como hortas.

exemplo de arquitetura verde
Exemplo de casa com telhado vivo

Esses telhados têm dupla função, além de garantir mais espaços verdes, também contribuem para a manutenção do conforto térmico.

Materiais Recicláveis

Materiais usados em construções antigas, madeiras de casas antigas (madeira de demolição) e, até mesmo os pallets da indústria são cada vez mais encontrados nos projetos das edificações atuais.

Além de integrar a estrutura, os materiais são amplamente encontrados como alternativa de decoração, revelando um design inovador e com preços mais acessíveis.

Arquitetura Contemporânea e Tecnologia

Programas específicos para elaboração de projetos arquitetônicos tornaram-se indispensáveis para todas as etapas da construção.

Além de aperfeiçoar o design, os programas permitem simulações da resistência de materiais e melhoram a eficiência do resultado final. Assim, a tecnologia tornou-se um grande aliado dos projetos arquitetônicos contemporâneos.

Arquitetura Moderna e Contemporânea

Ainda que alguns considerem a arquitetura moderna e contemporânea como sinônimos, há diferenças entre a elas, uma vez que pertencem a escolas diferentes.

A arquitetura moderna começou no início do século XX e perdurou até meados dos anos 50. Esse conjunto de tendências e movimentos teve como principais características o uso de linhas limpas, frias e impessoais.