Ateísmo

Juliana Bezerra

Ateísmo é a negação na existência de divindades ou de qualquer experiência transcendental.

Igualmente, o ateísmo só acredita naquilo que pode ser provado pela ciência e, desse modo, rejeitam os fenômenos baseados numa crença subjetiva.

Significado de Ateísmo

Ateísmo é uma palavra que deriva de ateu.

Por sua vez, esta tem sua origem do grego atheos, ou seja “sem deus” (prefixo “a” indicando negação + “theos”, que significa Deus).

Foi utilizada a partir do século V a.C., para designar aqueles que não acreditavam nos deuses ou que desrespeitavam seus lugares sagrados.

Ser Ateu

É difícil precisar o que seria um ateu, porque isto depende da definição dos termos “Deus” e “Divindades”, os quais possuem conotações variadas de acordo com as culturas em que surgem.

Se colocada em oposição ao seu antônimo -Teísmo - considerado a crença em uma ou mais divindades, ateu é aquele que não acredita em um Ser transcendental.

No entanto, há pessoas que creem nas forças da natureza, como os panteístas. Da mesma forma, há religiões como o budismo e o taoismo que seguem ensinamentos de um ser iluminado, mas que não é considerada uma divindade.

Além disso, o ateu pode ser alguém que possua uma postura cética em relação aos fenômenos sobrenaturais e não tenha motivações religiosas.

Também pode ser indiferente às forças paranormais (além do normal) e a morte seria o fim da existência humana na terra.

História do Ateísmo

Desde a Antiguidade, existiram pessoas que não creiam nos deuses que sua comunidade acreditava.

O exemplo mais conhecido é o de Sócrates, que foi condenado à morte, dentre outras acusações, por não acreditar nos deuses.

Com a paulatina cristianização da sociedade europeia, o simples fato de duvidar da existência de Deus, já não era bem visto pela Igreja Católica. Posteriormente, após a Reforma Protestante, o ateísmo foi rechaçado por estas novas correntes.

Foi a Revolução Científica e o Iluminismo que levantaram, efetivamente, a ideia que a Bíblia e a tradição religiosa não tinham todas as repostas para as questões humanas.

A partir de então, ideologias como o comunismo e o anarquismo serão abertamente ateias.

Tipos de Ateísmo

Como não há uma doutrina ateísta para determinar exatamente em que não se deve acreditar, encontramos uma ampla gama de posturas descrentes.

Espiritualista

Os ateus espiritualistas são caracterizados mais pelo ceticismo do que pela negação. Alguns podem se identificar com religiões “ateístas” como o budismo, hinduísmo, taoismo, etc.

Ao mesmo tempo, o ateísmo espiritualista procura uma explicação causal para os fenômenos naturais, mas sem que haja uma rejeição obrigatória da existência dos deuses.

Materialista

Existe uma corrente do ateísmo que se alinha às concepções mais materialistas, nas quais se afirma a inexistência de qualquer divindade ou ser paranormal.

Alguns ateus materialistas buscam, inclusive, o fim da religião e fazem campanha contra a existência de templos, igrejas e do ensino religioso.

Filosófico

O ateísmo filosófico seria quase uma redundância, pois a questão da existência de um Ser Superior ocupa o estudo de vários filósofos.

Afinal, a prova empírica da existência de Deus é, em si mesma, um debate que se serve de figuras de linguagem e filosóficas.

O fato de não acreditar em Deus não significa que ele não exista. Ausência de evidência não quer dizer evidência de ausência. No entanto, enquanto Deus não aparecer em pessoa, não poderei afirmar que Ele exista. Darin McNabb, filósofo, professor do Instituto de Filosofia de la Universidade de Vera Cruz, México

Ateísmo x Agnosticismo

O ateísmo é muitas vezes confundidos com o agnosticismo. Enquanto o ateu declara que não existe a divindade, o agnóstico afirma que ele não tem conhecimento suficiente nem para provar que ele existe ou não.

Desta maneira, o agnosticismo nem se esforça para provar a existência de Deus, como nem se incomoda em refutar a tese contrária.

Principais Argumentos do Ateísmo

Os principais argumentos ateístas irão chocar com conceitos de natureza sobrenatural e transcendental.

Sua crítica recai, sobretudo, às concepções que não tenham nenhuma prova comprovada por métodos científicos, constituindo assim, argumentos racionais para comprovar a existência divina.

Com isso, afirmações que provem a existência de deus pela experiência pessoal, pela na tradição, ou num livro não serão provas válidas para um ateu.

Símbolo do Ateísmo

A rigor, o ateísmo não poderia ter um símbolo, pois este é uma prerrogativa das religiões. No entanto, numa sociedade que está rodeada de logotipos de empresas de todas os segmentos, os ateus também criaram sua marca visual.

A trajetória do átomo e a letra A
Um símbolo utilizado pela ateísmo é a letra A e o percurso de um átomo para simbolizar a ciência

Curiosidades

  • Mais de 2,5% da população mundial considera-se ateia, enquanto 11,9% afirma não possuir religião.
  • Os esquimós são exemplos de um povo que nunca acreditaram em deuses.

Frases sobre o Ateísmo

  • “Foi o medo que trouxe primeiro os Deuses para o mundo.” (Gallus Petronius, cortesão Romano do Século I)
  • “Religião é uma coisa excelente para manter as pessoas comuns quietas.” (Napoleão Bonaparte, Imperador francês)
  • “Acreditar é mais fácil do que pensar. Daí existirem muito mais crentes do que pensadores.” (Bruce Calvert)
  • “O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão.” (Benjamin Franklin, autor e inventor)
  • “A religião é comparável com uma neurose da infância.” (Sigmund Freud, psicanalista austríaco)
  • “A fé é frenquentemente a vaidade do homem que é muito preguiçoso para investigar.” (F. M. Knowles, pintor canadense)

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.