Corpos Celestes


Corpos Celestes são quaisquer matérias que pertencem ao espaço sideral. São eles: asteroides, cometas, estrelas, meteoros e meteoritos, planetas, satélites artificiais e naturais.

Asteroides

Corpos Celestes

Os asteroides são milhares de rochas que orbitam, especialmente, os planetas Marte e Júpiter. Com apenas algumas centenas de quilômetros, suas dimensões não são suficientes para que sejam considerados planetas.

Cometas

Corpos Celestes

Os cometas são astros que se assemelham aos meteoros pelo fato de apresentar uma espécie de cauda.

Ao contrário dos meteoros, os cometas não se formam no sistema solar, sendo congelados. Sua cauda é formada justamente em aproximação ao Sol que vaporiza a sua composição gélida.

Estrelas

Corpos Celestes

As estrelas produzem luz própria e existem em grande número. O Sol é a estrela mais luminosa que existe e foi, durante anos, considerado o centro do universo. As estrelas têm uma vida longa, mas não infinita. O Sol, por exemplo, deve “viver” cerca de 11 bilhões de anos.

Meteoros e Meteoritos

Corpos CelestesMeteoro Corpos CelestesMeteorito

O meteoro decorre do lançamento de uma partícula sólida que se vaporiza resultando num fenômeno luminoso popularmente conhecido como "estrela cadente".

Os meteoritos são pedaços de rochas e metal que conseguem chegar à Terra em estado sólido em vez de se inflamar como os meteoros.

Planetas

Corpos Celestes

Os planetas orbitam o Sol e não têm luz própria. São oito: Júpiter, Marte, Mercúrio, Netuno, Saturno, Terra, Urano, Vênus.

Antes de 2006, eram nove os planetas, uma vez que a partir desse ano Plutão recebeu uma classificação diferente. É um Planeta Anão, tal como Éris - o corpo celeste descoberto em 2003 que, inicialmente, estaria sendo considerado um Planeta.

Os planetas mais próximos do Sol, que são chamados de planetas interiores são: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Os planetas exteriores - os mais distantes - são: Júpiter, Saturno, Urano, Netuno. A Terra é o terceiro planeta mais próximo do Sol.

Satélites Artificiais e Naturais

Corpos CelestesSatélite Artificial Corpos CelestesA Lua

Os satélites artificiais são os equipamentos lançados no espaço para observar o universo, tal como os telescópios. Os satélites naturais, por sua vez, são os astros que giram em torno de outros astros. Assim, a Lua é um satélite natural que gira em redor da Terra.

Aprofunde sua pesquisa! Leia: Sistema Solar e Características da Lua.

Dúvidas Frequentes

Qual o corpo celeste mais próximo da Terra?
É a Lua. Sua distância da Terra equivale a cerca de 384 mil quilômetros, ao passo que a distância mais próxima entre o Sol e a Terra (um fenômeno astronômico que é chamado de periélio) é de 147,5 milhões de quilômetros.

Quando estão mais distantes (o que se chama afélio) a distância corresponde a 152,6 milhões de quilômetros .

Quais os corpos celestes que não possuem luz própria?
Planetas e satélites. Assim, a Lua reflete a luz do Sol.

Qual o corpo celeste não luminoso que gira ao redor de um planeta?
A Lua. Ela é o satélite da Terra; não tem luz própria e gira em torno do nosso planeta.

Sabe onde e quais os danos causados pela queda de um corpo celeste em 2013?
Aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2013 na Rússia, numa cidade chamada Chelyabinsk. Um meteorito caiu num lago, e antes da queda a sua explosão provocou ferimentos em cerca de mil pessoas que foram atingidas por vidraças e telhados ou paredes partidos.