Início da Segunda Guerra Mundial

Juliana Bezerra

O início da Segunda Guerra Mundial ocorreu em 1º de setembro de 1939 com a invasão da Polônia pelo exército alemão.

A Alemanha exigiu que a Polônia devolvesse a zona denominada “corredor polonês” e o porto de Danzig. Estes haviam sido perdidos durante a Primeira Guerra Mundial. Como os poloneses se negavam a fazê-lo, Hitler marchou sobre o país.

Dois dias depois, em 3 de setembro, Inglaterra e França declararam guerra à Alemanha.

O conflito duraria seis anos e só terminaria em 8 de maio de 1945. Calcula-se que tenha deixado 50 milhões de mortos.

Causas da Segunda Guerra Mundial

Hitler recepcionado na Polônia
O dirigente alemão Adolf Hitler é recepcionado na Polônia

A Segunda Guerra Mundial ocorreu devido a uma série de fatores. É preciso recordar o fim da Primeira Guerra mundial para entendê-los.

Quando as hostilidades de 1914-1918 terminaram, os vencedores impuseram uma série de sanções econômicas e perdas territoriais para castigar a Alemanha através do Tratado de Versalhes.

A Alemanha teve que devolver os territórios da Alsácia e da Lorena à França, e terras do leste foram cedidas à Polônia. Além disso, precisou suportar os custos do conflito pagando altas indenizações.

Como o país precisava saldar a dívida, foi atingida por uma crise financeira marcada pela inflação, colapso da moeda e desemprego em massa.

Esses fatores contribuíram para facilitar a criação e expansão de ideologias como o Nazismo. Este afirmava que a causa dos problemas da Alemanha era provocada por uma conspiração internacional e pelos judeus.

Convencidos por este discurso, parte dos alemães apoiaram o líder do partido nazista, Adolf Hitler, elegendo-o em 1933.

A invasão da Polônia e o começo da Segunda Guerra

Invasao a Polonia
Soldados alemães destroem a cancela da fronteira entre Polônia e Alemanha

A Alemanha discordava de muitos pontos do Tratado de Versalhes e foi contrária à nova demarcação da fronteira leste.

Na região foi estabelecida um “corredor polonês”, uma faixa territorial que compreendia o porto de Danzig. Este foi cedido à Polônia para que o país tivesse uma saída para o mar.

No entanto, com esta concessão, a Alemanha perdeu território e acesso às matérias-primas da Ucrânia, Sibéria, Cáucaso e Romênia.

Depois da chegada de Adolf Hitler ao poder, a Alemanha reorientou sua economia para a guerra e as finanças do país começaram a melhorar.

Mesmo contrariando o Tratado de Versalhes, a Alemanha retomou em 1935 a produção de armas e estabeleceu o serviço militar obrigatório.

Expansão da Alemanha

Hitler começou a promover uma política expansionista com intenção de reunir todos os povos germânicos.

Dessa forma, anexou a Áustria em 1938 e parte da Tchecoslováquia, em 1939, provocando protestos da Inglaterra e França.

Entretanto, o avanço nazista não foi contido de início porque as grandes potências viram em suas ações uma forma de barrar o comunismo da União Soviética. Além disso, esses países não queriam entrar em um novo conflito, depois da matança que significou a Primeira Guerra.

Hitler, por sua vez, assinou com o dirigente da União Soviética, Stalin, um pacto de não agressão por cinco anos. Igualmente, concordaram que se a Alemanha invadisse a Polônia, a URSS também poderia fazê-lo e dividiriam seu território.

A União Soviética, assim, contribuiu para a invasão da Polônia. Com a conquista da Polônia, Inglaterra e França declararam guerra contra a Alemanha, dando início a Segunda Guerra Mundial.

Complemente sua pesquisa:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.