Stonehenge

Juliana Bezerra

Stonehenge é o maior e mais bem conservado vestígio do Período Neolítico até hoje é um enigma para os cientistas.

Localizado em Amesbury, Inglaterra, o círculo de pedras é datado de 3100 a.C. a 2075 a.C e pode ter servido para distintas utilizações ao longo dos séculos.

Stonehenge visto de cima
Stonehenge, visto de cima, está na cidade de Amesbury, no sul da Inglaterra

Construção

A construção de Stonehenge levou cerca de dois mil anos. As pedras maiores vieram de Marlborough Downs, localizado a 32 quilômetros de distância. Por sua vez, as pedras menores teriam vindo das Montanhas Preseli, que ficam em Gales, a cerca de 250 quilômetros dali.

Como elas foram transportadas resulta um mistério. Os construtores teriam aproveitado os invernos para facilitar o deslizamento? Foram puxadas por animais e homens? Estas questões ainda estão em aberto.

Utilidade

Atualmente, sabe-se que Stonehenge é o sobrevivente de um grande complexo de estruturas que foram desaparecendo. Prova disso são a vala que circunda todo o complexo, os três monólitos de pedra nas proximidades e evidências de outras estruturas parecidas ao longo do campo.

Assim, os arqueólogos trabalham com a hipótese de que Stonehenge seria mais um dos templos que estariam espalhados naquela região.

Não se sabe com certeza para que servia exatamente o monumento. Pela duração de sua construção há estudiosos que ponderam que Stonehenge foi erguido para ser um calendário solar e terminou sendo um cemitério. E há os que sustentam que foi ambas coisas ao mesmo tempo.

Saiba mais sobre Arte no Período Neolítico.

Pesquisas arqueológicas recentes apontam que Stonehenge era usado para o enterro cerimonial após a incineração do corpo. Afinal foram descobertas 56 covas contendo os corpos cremados de ao menos 64 pessoas que viveram durante o Neolítico.

Igualmente, servia como um calendário onde durante o Solstício de Verão, em 21 de junho, o sol nasce exatamente voltado para a pedra principal de Stonehenge.

Esta hipótese revela que os homens do Neolítico já possuíam conhecimentos astronômicos avançados e hierarquia. Quem era o responsável pelas cerimônias de enterramento certamente era um membro destacado da comunidade e era respeitado pelos demais.

Desta maneira, Stonehenge é mais uma prova da Revolução Urbana que os seres humanos da Pré-História estavam passando.

Stonehenge Solstício
Imagem de Stonehenge tomada no dia 21 de junho, durante o Solstício de Verão

Mitos

A construção de Stonehenge foi atribuída aos celtas e ao Mago Merlim. No entanto, estes só chegaram às ilhas britânicas por volta do século V.

Também não há, até o momento, nenhuma prova arqueológica que os druidas fizessem cultos ali. De todas as maneiras, hoje em dia, o movimento neo-pagão realiza cerimônias nas pedras.

Igualmente, há quem afirme que Stonehenge servia de campo de pouso para naves alienígenas e extraterrestres. Porém, não existem evidências que o confirmem.

Curiosidades

  • Stonehenge, Avebury e algumas localidades vizinhas são consideradas patrimônio mundial pela Unesco desde 1986.
  • Atualmente, por razões de segurança, os visitantes não podem circular entre as pedras do monumento.
  • Localizado a 137 quilômetros de Londres, é um dos monumentos mais visitados do Reino Unido, com mais de 1,3 milhões de turistas por ano.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.