Transesterificação

Lana Magalhães
Escrito por Lana Magalhães
Professora de Biologia

A transesterificação é a reação química que ocorre entre um éster e um álcool, com formação de um novo éster e álcool.

Conforme o tipo de substância que reage com o éster, temos os seguintes tipos de transesterificação:

  • Alcoólise: Reação entre álcool e éster;
  • Acidólise: Reação entre éster e ácido carboxílico;
  • Interesterificação: Reação entre dois ésteres.

Mecanismo

A transesterificação para obtenção de óleos ocorre através da mistura de óleo vegetal ou gordura animal com um álcool simples na presença de catalisadores. Como resultado, originam-se o biodiesel e glicerina.

O principal uso da transesterificação é para produção de biodiesel. Nesse caso, os óleos vegetais são obtidos da soja, girassol, amendoim, mamona, algodão ou dendê.

A transesterificação ocorre a partir de um mol de triglicerídeo e três mols de álcool. Conforme descrito na reação abaixo:

Mecanismo de transferificação

Durante a reação, os triglicerídeos transformam-se em monoésteres de ácidos graxos, os quais compõem o biodiesel.

Além disso, também surge a glicerina como um subproduto da reação.

Para a produção de biodiesel, o metanol e etanol são os álcoois mais utilizados, sendo o metanol mais eficiente para o processo.

Os catalisadores da reação podem ser ácidos ou bases. O hidróxido de sódio (NaOH) é um dos mais utilizados.

No caso da produção de biodiesel, após a reação é preciso separar os componentes na mistura, através da decantação. Na fase superior encontra-se o biodiesel e na fase inferior a glicerina.

Em alguns casos, também é necessário remover o excesso de álcool da mistura, o que é feito por evaporação ou destilação.

Leia também:

Aplicações

Como vimos, a principal aplicação da transesterificação é para obtenção do biodiesel. Ele é um produto natural e com baixo teor poluente, representando uma alternativa para substituir o óleo diesel.

Porém, a glicerina obtida no processo também possui um elevado valor comercial e é utilizada pela indústria de cosméticos e medicamentos.

A transesterificação também é usada para produção de polímeros. Um exemplo é a obtenção de tereftalato de polietileno (PET) usado na fabricação de garrafas plásticas.

Conheça mais sobre as Reações Químicas.

Atualizado em
Lana Magalhães
Escrito por Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.