Triângulo Isósceles

Rosimar Gouveia
Escrito por Rosimar Gouveia
Professora de Matemática e Física

Triângulo isósceles é um polígono que apresenta três lados, sendo dois deles congruentes (mesma medida).

O lado com medida diferente é chamado de base do triângulo isósceles. O ângulo formado pelos dois lados congruentes é chamado de ângulo do vértice.

No triângulo isósceles ABC, representado abaixo, os lados pilha A B espaço com barra acima e espaço pilha A C com barra acima possuem mesma medida. O lado pilha B C com barra acima é a base do triângulo. O ponto A é o vértice, enquanto o ângulo A com conjunção lógica sobrescrito é o ângulo do vértice.

Triângulo isósceles

Propriedades dos Triângulos Isósceles

Todo triângulo isósceles apresenta as seguintes propriedades:

  • Os ângulos das bases são congruentes;
  • A bissetriz do ângulo do vértice coincide com a altura relativa à base e com a mediana.

Para provar essas propriedades, iremos utilizar um triângulo isósceles ABC. Traçando a bissetriz do ângulo do vértice, formamos os triângulos ABM e ACM, conforme figura abaixo:

Triângulo isósceles

Note que o lado pilha A M com barra acima é comum aos dois triângulos e a bissetriz dividiu o ângulo A com conjunção lógica sobrescrito em dois ângulos de mesma medida. Além disso, os lados pilha A B espaço com barra acima e espaço pilha A C com barra acima são congruentes (lados iguais do triângulo isósceles ABC).

Desta forma, temos o caso de congruência de triângulos LAL (lado, ângulo, lado). Concluímos então que os ângulos B com conjunção lógica sobrescrito espaço e espaço C com conjunção lógica sobrescrito, da base do triângulo, possuem a mesma medida.

Podemos ainda concluir que, como os triângulos ABM e ACM são congruentes, as medidas de pilha B M com barra acima espaço e espaço pilha C M com barra acima são iguais.

Portanto, pilha A M com barra acima também é a mediana relativa à base. Além disso, pilha A M com barra acima também é a altura relativa à base, pois forma com a base dois ângulos iguais a 90º.

Área dos Triângulos

Para encontrar a área de um triângulo isósceles usamos a fórmula da área de uma triângulo qualquer:

A igual a numerador b espaço. espaço h sobre denominador 2 fim da fração

Onde:

A: área
b: medida da base
h: medida da altura relativa à base

Exemplo:

Qual o valor da área de um triângulo isósceles que apresenta lados com medidas iguais a 10 cm, 10 cm e 12 cm?

A base do triângulo mede 12 cm, contudo, não temos a medida da altura. Entretanto, sabemos que ela coincide com a mediana. Desta forma a altura irá dividir a base em dois segmentos iguais, ou seja 12:2 = 6.

triângulo isósceles

Para encontrar a altura iremos usar o teorema de Pitágoras:

102 = 62 + h2
h2 = 100 - 36
h2 = 64
h = 8 cm

Agora, podemos calcular a área:

A igual a numerador 12.8 sobre denominador 2 fim da fração igual a 48 espaço c m ao quadrado

Eixo de Simetria

O eixo de simetria de uma figura é uma reta que a divide em duas outras figuras idênticas e que quando dobramos pelo eixo de simetria, essas figuras se sobrepõem perfeitamente.

Os triângulos isósceles apresentam apenas 1 eixo de simetria, que é a reta que divide o ângulo do vértice em dois ângulos iguais (bissetriz).

triângulo isósceles

Classificação dos Triângulos

Além dos triângulos isósceles, temos ainda os triângulos equiláteros e escalenos. Essa classificação leva em consideração os lados que formam o triângulo.

Assim, o triângulo equilátero é aquele que possui três lados com mesma medida e o escaleno todos os lados apresentam medidas diferentes.

Triângulos lados

Podemos ainda classificar os triângulos em relação aos ângulos internos. O triângulo será acutângulo quando a medida dos ângulos internos for menor que 90º.

Quando o triângulo apresentar um ângulo reto (igual a 90º) será classificado como triângulo retângulo e obtusângulo quanto tiver um ângulo maior que 90º.

triângulos ângulos

Para estudar mais sobre esse conteúdo, leia também:

Atualizado em
Rosimar Gouveia
Escrito por Rosimar Gouveia
Bacharel em Meteorologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1992, Licenciada em Matemática pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2006 e Pós-Graduada em Ensino de Física pela Universidade Cruzeiro do Sul em 2011.