América Andina


A América Andina é a região que se estende na Cordilheira dos Andes, na porção oeste do Continente Sul Americano, desde a Venezuela até o Chile.

A região é formada por grandes cadeias de montanhas e planaltos de altitudes elevadas.

Compreende aproximadamente 7 500 quilômetros de extensão, com 300 quilômetros de largura e altitudes superiores a 7 000 metros.

Países da América Andina

América Andina
Localização da América Andina (em verde) ao lado do pássaro símbolo dos Andes: Condor

Na América Andina estão localizados seis países chamados de países andinos, são eles:

  • Venezuela
  • Colômbia
  • Equador
  • Peru
  • Bolívia
  • Chile

A região concentra uma população de aproximadamente 144 milhões de habitantes, formada por índios, mestiços e brancos de origem espanhola.

Aspectos Naturais

A Cordilheira dos Andes possui formação geológica recente e apresenta vários vulcões com ocorrência de terremotos.

Em alguns trechos deixa de formar uma cadeia montanhosa ramificando-se. É entre as ramificações que se encontram os planaltos de altitudes elevadas denominados altiplanos, e os vales.

O altiplano boliviano apresenta altitudes que variam entre 3 700 a 4 000 metros, possuindo temperaturas no inverno de -10°C e apresenta, de modo geral, características de área temperada fria. No entanto, esse altiplano localiza-se em plena área tropical da Terra.

Os altiplanos bolivianos e peruanos constituem importante área de fixação do homem. Os Incas, por exemplo, desenvolveram seu império nesses altiplanos.

Cusco, no Peru, situada a 3 416 metros de altitude foi a capital do império inca. Os recursos minerais da região foram amplamente explorados pelos colonizadores espanhóis, com o emprego da mão de obra inca.

O Deserto de Atacama, com 1 000 km de extensão, está localizado na região norte do Chile até a fronteira com o Peru. É o deserto mais alto e mais árido do mundo, com temperaturas que variam entre 0°C a 40°C.

Economia

Os países andinos possuem economias diversificadas, mas de base mineral. Os vários minérios explorados são: petróleo, estanho, minério de ferro e de manganês, zinco, tungstênio, mercúrio, molibdênio, prata, carvão, gás natural, alumínio e ouro.

O petróleo é explorado na Venezuela, Peru, Equador e Colômbia. A Venezuela é o sexto maior produtor mundial, respondendo por 4,7% da produção.

No Peru o petróleo é explorado na Amazônia peruana e transportado até o litoral por oleodutos. No Equador, o petróleo é o principal produto de exportação. Na Colômbia, ele é explorado por várias empresas estrangeiras.

O Peru é o segundo produtor de prata do mundo, o terceiro de estanho, o quarto de chumbo e o quarto de zinco.

Tem destaque entre os grandes produtores de pescado. Isso porque seu litoral é favorecido pela Corrente Marítima fria de Humboldt, com grande quantidade de plâncton, que favorece a concentração de grandes cardumes de peixes em suas águas.

A Bolívia é o quinto produtor mundial de estanho, o quinto produtor mundial de tungstênio, além de explorar a prata, o chumbo e o ouro. Possui grande concentração de gás natural.

Um gasoduto construído entre a Bolívia e o Brasil, se estende por 1 960 km, desde Santa Cruz de la Sierra até o litoral do estado de São Paulo, no município de Paulínia. O gasoduto se estende ainda até o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro.

A Colômbia tem as maiores reservas de carvão mineral da América Latina e é o primeiro produtor mundial de esmeraldas.

O principal produto de exportação do Chile é o cobre, o que representa 30% do valor total de suas exportações. A produção de vinho também passou a ter grande participação nas exportações. A produção pesqueira e de frutas são bastante estimuladas.

A atividade industrial está localizada nas principais cidades: Santiago e Valparaíso (Chile), Lima Callao e Arequipa (Peru), La Paz (Bolívia), Quito (Equador) e Caracas (Venezuela).

Leia também:

Características Sociais

A América Andina é formada por uma sociedade com grandes desníveis sociais, onde uma parcela significativa de sua população vive na pobreza.

O Chile se diferencia no conjunto por seus indicadores sociais. Isso porque o país possui a menor taxa de mortalidade infantil e a mais alta taxa de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

A maior parte da população está concentrada nos planaltos e nas regiões litorâneas. No Equador 80% da população vive nas áreas urbanas. No Chile 33% da população do país vive na capital, a cidade de Santiago.

As condições de trabalho nas minas de estanho da Bolívia, um de seus principais produtos de exportação são difíceis.

Para suportar o trabalho nas profundezas da terra, o trabalhador mineiro masca folhas de coca. Sua esperança de vida é baixa, aos 30 ou 40 anos já apresentam problemas pulmonares.

Um dos grandes problemas sociais é o tráfico de drogas. Acredita-se que o aumento da área plantada de coca e do número de pessoas que se dedicam a essa atividade, na Bolívia, no Peru e na Colômbia, está intimamente relacionado com o agravamento das condições sociais de boa parte da população.

Para saber mais: