Futurismo

Laura Aidar

O Futurismo representou um movimento literário e artístico que tinha como principal característica a valorização da tecnologia e velocidade.

Essa corrente faz parte das vanguardas artísticas europeias que despontaram no início do século XX. Influenciou a literatura, a pintura, a escultura, a música e outras vertentes das artes.

Origem do Futurismo

O Futurismo teve intensa relação com a literatura, surgindo a partir do Manifesto Futurista, idealizado pelo escritor e poeta italiano Filippo Tommaso Marinetti.

marinetti futurismo
Retrato do poeta Filippo Marinetti, idealizador do futurismo

Ele publicou em 20 de fevereiro de 1909, no jornal "Le Figaro", uma nota um tanto quanto polêmica dando início ao movimento.

"Nós destruiremos os museus, bibliotecas, academias de todo tipo, lutaremos contra o moralismo, feminismo, toda cobardice oportunista ou utilitária.
Nós cantaremos as grandes multidões excitadas pelo trabalho, pelo prazer, e pelo tumulto; nós cantaremos a canção das marés de revolução, multicoloridas e polifónicas nas modernas capitais; nós cantaremos o vibrante fervor noturno de arsenais e estaleiros em chamas com violentas luas elétricas; estações de trem cobiçosas que devoram serpentes emplumadas de fumaça; fábricas pendem em nuvens por linhas tortas de suas fumaças; pontes que transpõem rios, como ginastas gigantes, lampejando no sol com um brilho de facas; navios a vapor aventureiros que fungam o horizonte; locomotivas de peito largo cujas rodas atravessam os trilhos como o casco de enormes cavalos de aço freados por tubulações; e o vôo macio de aviões cujos propulsores tagarelam no vento como faixas e parecem aplaudir como um público entusiasmado."
(trecho do Manifesto Futurista)

O movimento futurista predominou principalmente na França e na Itália, onde os artistas se identificavam com o fascismo.

Tendo diversos membros do grupo aderido ao partido fascista, ele se enfraqueceu após a Primeira Guerra Mundial, apesar de ter sido retomado no dadaísmo.

Principais características do futurismo

Podemos destacar como principais características do movimento futurista:

  • valorização da velocidade e dinamismo;
  • exaltação à tecnologia;
  • ligação ideológica com o fascismo;
  • ruptura com o passado;
  • utilização da publicidade e tipografias;
  • tendência à justificar a violência através do militarismo.

Estava evidente no Futurismo a valorização da industrialização e da tecnologia enquanto progresso técnico.

Além disso, os parâmetros se baseavam no futuro, na velocidade, na vida moderna, na violência (militarismo) e ruptura com a arte do passado.

dinamismo de um cão na coleira
Dinamismo de um cão na coleira (1912), de Giacomo Balla, destaca o movimento das patas de um cão

Outro fator conhecido é a utilização da publicidade como principal meio de comunicação. Isso, especialmente pelo enaltecimento da tipografia desse período, em textos que exploravam o lúdico, a linguagem vernácula e uso de onomatopeias.

Em suas criações, os futuristas buscavam expressar o movimento real, assinalando a velocidade exposta pelas figuras em movimento no espaço.

Assim, a pintura futurista influenciada pelo cubismo e pelo abstracionismo, tinha a pretensão de dinamismo. Ao captar a forma plástica, a velocidade era descrita pelos objetos no espaço.

As inspirações pelas cores e efeitos de luz do pós-impressionismo, assim como nas técnicas das composições cubistas, são evidentes.

Principais Artistas e Obras

Em 1910, alguns artistas decidiram elaborar um manifesto futurista dedicado principalmente à pintura. Esse novo documento foi assinado por Umberto Boccioni, Carlo Carrà, Luigi Russolo, Giacomo Balla e Gino Severini.

Para eles, o que mais importava era a representação do movimento e a rejeição à todo tipo de imobilidade.

Veja quem foram os maiores representantes e algumas obras de destaque.

Giacomo Balla (1871-1958)

Velocidade do Automóvel (1913) de Giacomo Balla
Velocidade do Automóvel (1913), de Giacomo Balla

Umberto Boccioni (1882-1916)

Carga dos Lanceiros
Carga dos Lanceiros (1915) de Umberto Boccioni

Luigi Russolo (1883-1947)

O Dinamismo de um Automóvel (1913)
O Dinamismo de um Automóvel (1913), de Luigi Russolo

Enrico Prampolini (1894-1956)

Retrato de Marinetti (1925) de Enrico Prampolini
Retrato de Marinetti (1925) de Enrico Prampolini. À esquerda, atente para o uso da tipografia, com letra A

Nikolay Diulgheroff (1901-1982)

Nikolay Diulgheroff
Paisagem marinha (1933), de Nikolay Diulgheroff

Carlo Carrá (1881-1966)

O Cavaleiro Vermelho (1913) de Carlo Carrá
O Cavaleiro Vermelho (1913) de Carlo Carrá

Fortunato Depero (1892-1960)

Arranha-céus e túneis (1930) de Fortunato Depero
Arranha-céus e túneis (1930) de Fortunato Depero

Futurismo no Brasil

No Brasil, artistas modernistas como Anita Malfatti (1889-1964) e Oswald de Andrade (1890-1954) tiveram grandes influencias do Futurismo, chegando a contatarem diretamente Marinetti.

Podemos notar estas influências na Semana de Arte Moderna de 22. Destacam-se a rejeição ao passado, o culto do futuro, a aversão às reproduções e o cultivo da pureza original.

Entretanto, posteriormente, os artistas brasileiros reformularam o conceito de futurismo no país.

Confira também essa seleção de questões que separamos para você testar seus conhecimentos: Exercícios sobre Vanguardas Europeias.

Para saber mais sobre outras correntes artísticas, leia:

Quiz de História da Arte

Laura Aidar
Laura Aidar
Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007. Formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design de São Paulo (2010).