Propriedades da Matéria

Lana Magalhães

Matéria é tudo o que tem massa e ocupa lugar no espaço. As propriedades da matéria são as características físicas ou químicas que nela existem ou que as compõem.

As propriedades podem ser gerais, funcionais e específicas.

Propriedades Gerais da Matéria

As propriedades gerais são características que se aplicam a qualquer matéria.

  • Massa - corresponde à quantidade de matéria, que mede quilogramas (unidade da massa) por meio de uma balança.
  • Impenetrabilidade - caracteriza o fato de não haver possibilidade de dois corpos ocuparem o mesmo lugar ao mesmo tempo.
  • Divisibilidade - caracteriza o fato de a matéria poder ser dividida em diversas partes.
  • Compressibilidade - corresponde à variação do volume da matéria, que é reduzida mediante compressão. O ar que existe nos pneus da bicicleta está comprimido, por exemplo.
  • Elasticidade - corresponde ao regresso do volume da matéria após esta deixar de ser comprimida. O ar que sai dos pneus da bicicleta regressa ao seu volume quando solto na atmosfera.
  • Volume - corresponde ao espaço ocupado pela matéria, que é medido em metro cúbico ou em mililitros.
  • Inércia - corresponde à permanência da ação ou inatividade da matéria; manter-se parado ou manter-se em movimento. Enquanto caminha de um lugar para o outro o seu corpo está em movimento, mas quando você para o seu corpo se mantem sem movimento por algum tempo.
  • Indestrutibilidade - caracteriza o fato de a matéria não poder ser destruída.

Propriedades Funcionais

As propriedades funcionais são características constantes em determinadas matérias, de modo que dizemos que essas matérias pertencem a um grupo funcional, tais como os ácidos, bases, óxidos e sais.

Uma vez que as laranjas e os limões são frutas ácidas, elas pertencem a um mesmo grupo funcional.

Propriedades Específicas

Ao contrário das propriedades gerais, as propriedades específicas são características exclusivas de determinada matéria.

Essas características especificam e identificam com exclusividade algumas matérias, diferenciando-as das demais.

Propriedades Físicas, Organolépticas e Químicas

As características específicas podem ser divididas em três grupos: propriedades físicas, propriedades organolépticas e propriedades químicas.

Ponto de fusão, ponto de ebulição e densidade são propriedades físicas. As propriedades físicas não dependem de transformações, ou seja, são inerentes à matéria.

Odor, sabor, cor, transparência, brilho e textura são propriedades organolépticas. As propriedades organolépticas são observadas através dos órgãos dos sentidos e por esse motivo podem ser discutíveis, uma vez que diferentes pessoas têm percepções diferentes acerca de alguns sentidos, tal como com relação ao sabor.

Explosão, corrosão e efervescência são propriedades químicas. As propriedade químicas são obtidas através de transformação/reação química. Exemplos: uma barra de ferro que fica à chuva e acaba por enferrujar/corroer.

É importante referir que a matéria pode existir em três estados físicos: sólido, líquido e gasoso. Esses estados podem, todavia, ser transformados se submetidos às seguintes mudanças: fusão, vaporização, condensação, sublimação e solidificação.

Quer saber mais? Leia:

Exercícios

Para comprovar ou testar as propriedades citadas acima podem ser feitas diversas pequenas experiências que tornam mais fácil a sua compreensão.

  1. Pegue uma balança e pese diversos tipos de pequenos objetos, aponte e compare as diferenças. Qual o objeto tem mais massa?
  2. Experimente colocar um desses objetos dentro de uma vasilha com água pela metade. Ao verificar que o nível da água subirá estará diante da característica da impenetrabilidade, bem como verificará que o nível ganho corresponde ao volume do objeto.
  3. Bata num pedaço de giz com uma colher de pau e estará diante da divisibilidade. O giz ficará em mil pedacinhos.
  4. Agora, queime uma folha de papel e responda: A folha foi destruída? Queimar não significa destruir, mas sim, transformar; os vestígios que ficarão do ato de queimar comprovam isso.
  5. Uma forma de verificar o que foi dito acerca das propriedades organolépticas é fazendo um jogo. Vende os olhos de duas pessoas e peça que elas adivinhem os objetos que lhes dar mediante as suas percepções ao tocar e a cheirar os objetos.
Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.