Bicho-papão


O Bicho-papão é um personagem do folclore e um dos mais conhecidos na cultura popular infantil.

Esse “monstro” está presente nas estórias orais de quase todos os povos do mundo. No Brasil, ele é conhecido em todas as regiões.

Bicho papão

Lenda

O Bicho-papão está presente no imaginário de todas as crianças brasileiras. Desde pequenos ouvimos falar de um suposto monstro que aterroriza as crianças malcriadas e mal-educadas.

Esse “monstro” tem uma aparência assustadora e aparece no quarto das crianças desobedientes. Ele fica embaixo da cama, atrás da porta ou dentro do armário para assustá-las enquanto elas dormem.

Além disso, ele come as crianças teimosas e daí surge seu nome (do verbo papar).

Em algumas versões da lenda, ele permanece no telhado das casas, analisando o comportamento das crianças da residência. Em relação à sua aparência não há um consenso.

Para alguns é um mostro muito grande e gordo com os olhos vermelhos, enquanto que para outros, ele possui formas que se aproximam da Cuca.

Há ainda algumas versões onde ele tem o poder de mutação e assim, se transforma em diversas formas animais.

Bicho-papão e Cuca

Muitas vezes, o Bicho-papão é confundido com a Cuca, outra personagem do folclore brasileiro. Ela é uma bruxa velha muito feia e que possui cabeça de jacaré.

Cuca

Representação da Cuca

Ambos estão associados à desobediência das crianças. Contudo, enquanto a Cuca rapta as crianças malcriadas, o Bicho-papão aparece em suas casas para assustá-las. A questão é que as duas lendas apresentam o mesmo propósito educativo.

Ou seja, as crianças têm de ser obedientes com seus pais e respeitar as regras impostas. Isso implica a hora certa para comer, dormir, não falar palavrões, tirar boas notas na escola e não bater nos irmãos ou nos amigos.

Ao lado da Cuca e do Bicho-papão o “homem do saco” também está presente no imaginário das crianças no Brasil. Essa figura da cultura popular leva um grande saco onde ele aprisiona as crianças desobedientes.

Veja origem de outras lendas:

Música

Uma das canções de ninar mais conhecidas no Brasil é a “nana neném” que faz referência ao Bicho-papão e a Cuca.

Isso porque as crianças que não querem dormir na hora certa, são levadas pela Cuca ou devoradas pelo Bicho-papão:

"Nana neném
Que a Cuca vem pegar
Papai foi pra roça
Mamãe no cafezal
Bicho-papão
Saia do Telhado
Deixa o neném
dormir sossegado
"

Curiosidade

A presença dessa figura popular é muito comum na Península Ibérica (Portugal e Espanha). Ainda que seja diferente no aspecto, ele possui a mesma finalidade: aterrorizar e comer as crianças desobedientes. Em Portugal existe uma canção de ninar sobre ele:

Vai-te papão, vai-te embora
de cima desse telhado,
deixa dormir o menino
um soninho descansado
.”

Filme

Diversas películas foram produzidas com o tema do Bicho-papão. Destaca-se “Meu Amigo Bicho-Papão” (em inglês, Don't Look Under the Bed) que foi lançada em 1999 e dirigida por Kenneth Johnson.

Leia também: