Estados do Norte


Os estados pertencentes à Região Norte do Brasil são: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Estados do Norte

Estados da Região Norte

Acre (AC)

O estado do Acre corresponde a menos de 2% do total do país sendo um dos estados menos povoados do Brasil. Sua capital é Rio Branco, conhecida por “Cidade Verde” ou “Capital da Natureza”, com população de aproximadamente 350 mil habitantes. O Acre faz fronteiras com: o Amazonas a norte, Rondônia a leste, a Bolívia a sudeste e o Peru ao sul e oeste. As cidades mais populosas do estado são: Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira.

A vegetação do Acre é composta pela Floresta Amazônica uma vez que a maior parte do estado é formada por mata intocável. O clima é equatorial, caracterizado por temperatura elevada e grande umidade. Seus rios mais importantes são: Rio Purus, Rio Acre, Tarauacá, Muru, Embirá, Xapuri e Juruá. Baseada no extrativismo, a economia do acre destaca-se no setor de serviços. Vale lembrar que o Acre é o maior produtor de borracha do Brasil.

Amapá (AP)

A capital do estado do Amapá é Macapá com população de aproximadamente 420 mil habitantes. O estado faz limites com a Guiana Francesa a norte, o Pará a sul e oeste, o Suriname a noroeste e o Oceano Atlântico a leste. As cidades mais populosas do estado são: Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque.

A vegetação do Amapá é composta pela Floresta Equatorial Amazônica, os mangues litorâneos e os campos gerais. O clima do estado é equatorial quente-úmido, caracterizado por temperatura elevada e grande umidade. Seus rios mais importantes são: Amazonas, Araguari, Jari e Maracá.

Na economia do Amapá destacam-se a extração da castanha-do-pará, de madeira e na mineração de manganês sendo que é considerado um dos maiores compradores dos produtos do Pará.

Amazonas (AM)

O estado do Amazonas é muito rico em Belezas naturais composta de florestas, rios e cachoeiras. O maior estado do Brasil, sua capital é Manaus com aproximadamente 2 milhões de habitantes.

O estado faz limites com o estado do Pará ao leste, Mato Grosso ao sudeste, Rondônia e Acre ao sul e sudoeste, Roraima ao norte; Venezuela ao norte, Colômbia a noroeste e Peru a oeste. As cidades mais populosas do estado são: Manaus, Parintins, Itacoatiara e Manacapuru.

Na vegetação do Amazonas destaca-se a Floresta Amazônica composta de matas de terra firme, várzeas e igapós. O clima do estado é equatorial caracterizado por temperaturas elevadas e altos índices pluviométricos.

Seus rios mais importantes são: Amazonas, Icá, Japurá, Juruá, Javari, Madeira, Negro, Solimões e Purus. Na economia do estado destacam-se a indústria, o extrativismo, a mineração e a pesca.

Pará (PA)

O Pará é o segundo maior estado do Brasil e, sobretudo o mais populoso e o mais rico estado da região norte. Sua capital Belém é composta de 1,5 milhão de habitantes aproximadamente.

O estado faz limites com estado do Amapá ao norte, Roraima a noroeste, Amazonas a oeste, Mato Grosso ao sul, Tocantins a sudeste, Maranhão a leste; Suriname e Guiana ao norte. As cidades mais populosas do estado são: Belém, Ananinduea, Santarém e Marabá.

A vegetação do Pará é composta pela Floresta Amazônica a oeste e ao norte, mangues no litoral, serras ao sul e campos na Ilha de Marajó.

O clima do estado é equatorial e seus rios mais importantes são: Amazonas, Jari, Tapajós, Guamá e Pará. Na economia destacam-se a mineração e a agroindústria, tendo como principais produtos de exportação o minério de ferro e o alumínio.

O estado também comanda a extração de madeira e palmito no país. Atualmente, a soja é cultivada na região sudoeste do Pará.

Rondônia (RO)

O estado de Rondônia é o terceiro estado mais populoso da região norte. Sua capital é Porto Velho com população de aproximadamente 450 mil habitantes. Faz limites com o estado do Amazonas ao norte, Acre a oeste, Mato Grosso a leste; Bolívia ao sul e oeste. As cidades mais populosas do estado são: Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes e Cacoal.

A vegetação do estado é composta, em sua maioria, pela Floresta Amazônica e o cerrado na região oeste. O clima do estado é equatorial e seus rios mais importantes são: Guaporé, Jaci-Paraná, Ji-Paraná e Madeira. Na economia, Rondônia destaca-se na agricultura e no extrativismo da madeira, da borracha e de minérios.

Roraima (RR)

O estado de Roraima é o menos populoso do Brasil. Sua capital é Boa Vista com população de aproximadamente 300 mil habitantes. Tem como limites o estado do Pará a sudeste, Amazonas a sudeste e oeste; Guiana a leste, Venezuela ao norte e noroeste. As cidades mais populosas do estado são: Boa Vista, Rorainópolis e Caracaraí.

A vegetação do estado é composta pela Floresta Amazônica, Floresta tropical, serras e campos gerais. O clima é equatorial e seus rios mais importantes são: Rio Branco, Água Boa do Univiní, Ajarani, Catrimani, Cauamé, Mucajaí e Xeruini.

Na economia do estado de Roraima destacam-se: a agricultura, pecuária e o extrativismo. Ademais, Roraima possui o menor PIB do Brasil, visto que grande parte de seu território é constituído de terras indígenas.

Tocantins (TO)

Tocantins é o mais novo estado do Brasil. Sua capital é Palmas, conhecida como “Caçula das capitais” ou “Princesinha do Brasil”, tem população de aproximadamente 250 mil habitantes.

Faz limites com os estados do Maranhão a nordeste, o Piauí a leste, a Bahia a sudeste, Goiás a sul, Mato Grosso a sudoeste e o Pará a noroeste. As cidades mais populosas do estado são: Palmas, Araguaína, Gurupi e Porto Nacional.

A vegetação do estado é caracterizada, em grande parte, pelo cerrado, além da Floresta Amazônica e das Florestas tropicais. O clima é tropical seco, marcado por uma estação chuvosa e uma estação seca. Seus rios mais importantes são: Rio Araguaia, Rio das Balsas e o Rio do Sono. A economia de Tocantins é baseada na agricultura, na pecuária e no comércio.

Leia também os artigos: