Fases do Renascimento


As fases do renascimento reúnem três momentos:

  • Trecento (século XIV)
  • Quatroccento (século XV)
  • Cinquecento (século XVI)

Essas fases estão intimamente relacionadas com o renascimento artístico e cultural que começou na Itália no século XIV, mais precisamente na cidade de Florença.

Ainda que elas apresentem características em comum, por exemplo, o humanismo e a inspiração na arte clássica, se diferem em alguns aspectos. Vejamos abaixo as características de cada período.

Trecento

Fases do RenascimentoCampanário de Giotto

A primeira fase do renascimento recebe esse nome uma vez que foi desenvolvido nos anos 1300 em Florença, Itália.

É um momento de transição entre a Idade Média e a Idade Moderna em que se nota o despontar de questões humanistas, além das inspirações clássicas.

Além disso, na pintura a tridimensionalidade marca essa ruptura com o estilo anterior: o estilo gótico. Os artistas mais proeminentes dessa fase foram: o pintor Giotto, e os literatos Dante Alighieri, Francesco Petrarca e Giovanni Bocaccio.

Veja também quais foram os principais artistas desse movimento: Artistas do Renascimento.

Quatrocento

​​​​Fases do RenascimentoMonalisa de Leonardo da Vinci

O segundo período do renascimento foi desenvolvido durante os anos de 1400, daí surge seu nome.

É uma fase de consolidação das artes, com a difusão de diversas obras e artistas, dos quais se destacam Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Filippo Brunelleschi e Massacio.

Representa o auge do renascimento artístico e cultural na Itália e por isso, pode ser chamado de Alta Renascença.

Cada vez mais, outros países europeus começam a aderir ao movimento, produzindo obras que aproximem do renascimento italiano.

Além do aprofundamento dos aspectos que envolvem o humanismo renascentista, a busca da beleza e da perfeição das formas, inspirados na cultura greco-romana, são uma marca do período.

Ainda que os temas explorados estejam relacionados a religião, muitos artistas dessa fase utilizaram a mitologia e outros temas pagãos para expressar nas obras.

Os mecenas, ricos (reis, príncipes, condes, duques, bispos, nobres e burgueses) que financiavam as artes, foram essenciais para o desenvolvimento da arte renascentista desse período.

Saiba mais sobre o Mecenato.

Cinquecento

​​​Fases do RenascimentoMadona do Prado de Rafael Sanzio

O terceiro período do renascimento se desenvolveu durante os anos de 1500, e por isso recebe esse nome.

Nessa fase, os artistas já começam a se distanciar dos temas religiosos e assim, notamos a mescla dos temas religiosos e profanos nas obras.

Nessa época, o estilo renascentista se consolida em diversas partes do continente europeu: Portugal, Espanha, França e Alemanha.

Destacam-se os artistas Rafael Sanzio e Michelangelo e na literatura, Erasmo de Roterdã e Nicolau Maquiavel.

Note que, nesse período, o movimento renascentista começa a entrar em decadência e já começam a surgir obras no estilo maneirista e barroco.

Saiba mais sobre o Renascimento, lendo os artigos: