Animais em Extinção

Juliana Diana

Animais em extinção são aqueles ameaçados de desaparecerem da face da Terra.

As pesquisas mostram que milhares de animais foram extintos nos últimos cem anos, e um número crescente de espécies de animais correm o risco de serem extintos.

Várias situações ameaçam a vida dos animais na natureza, entre elas destacam-se: o desmatamento, o tráfico de animais, a urbanização, a poluição e a caça predatória.

Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas

classificação de animais em extinção
Categorias de classificação para animais em extinção

A União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) é uma organização internacional, referência mundial em metodologia para avaliação e conservação de espécies.

A IUCN é responsável por elaborar a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas (Red List), na qual é apresentada estado de conservação das espécies quanto ao seu estado de conservação. Para isso, as espécies são classificadas em diversas categorias:

CategoriaSiglaCaracterística
ExtintaEXQuando o último indivíduo da espécie morre, ou seja, não existe mais nenhum representante da espécie vivo na natureza ou em cativeiros.
Extinta em naturezaEWSão as espécies que não são mais vistas na natureza, sendo encontradas apenas em cativeiros ou naturalizadas fora de sua área de distribuição natural.
Criticamente ameaçadaCRSão as espécies que sofrem risco extremamente elevado de extinção em um curto período de tempo.
Em perigoENÉ quando as evidências demonstram que a espécie poderá ser extinta em pouco tempo.
VulnerávelVUQuando a espécie apresenta um risco elevado de se tornar ameaçada, especialmente, pela destruição dos seus habitats.
Quase ameaçadaNTQuando em um futuro próximo a espécie corre o risco de se tornar ameaçada.
Pouco preocupanteLCCompreende as espécies mais abundantes e que não correm risco de extinção.

Conheça mais sobre alguns dos motivos da extinção dos animais:

Lista de Animais Ameaçados de Extinção

Diversas espécies de animais encontram-se ameaçadas de extinção em todo o mundo.

Conheça a seguir uma lista das principais espécies em extinção no Brasil e no mundo de acordo com a classificação utilizada pela IUCN.

Animais ameaçados de extinção na categoria Vulnerável

Onça-pintada (Panthera onca)

Onça pintada
A onça-pintada é encontrada em quase todo o Brasil, mas sua população é altamente ameaçada

A onça-pintada, o maior felino das Américas, está na lista das espécies ameaçadas de extinção na categoria vulnerável. Esta é uma espécie que pode ser encontrada em diferentes bomas brasileiros, porém é considerada símbolo do Pantanal.

É difícil estimar a população na Amazônia e no Pantanal, mas na Mata Atlântica e na Caatinga a espécie está ameaçada.

As principais causas que ameaçam a extinção da onça-pintada está relacionada à caça. Além disso, o desmatamento também reduz o seu habitat natural e compromete a conservação da espécie.

Atualmente, estima-se que sua população não ultrapasse 10.000 indivíduos.

Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus)

Lobo guará
O lobo-guará é um animal brasileiro em risco de extinção na categoria vulnerável

O lobo-guará é um animal que se encontra na lista dos animais com risco vulnerável de extinção e tem como habitat os biomas do Cerrado e do Pampa, sendo que neste último a situação é mais grave.

A causa mais comum para a redução desta espécie está relacionada ao desmatamento das vegetações.

Estima-se que nos Pampas, atualmente exista uma população média de apenas 50 animais.

Panda-gigante (Ailuropoda melanoleuca)

panda gigante
As populações de panda-gigante estão aumentando como resultado de bons projetos de conservação da espécie

Os pandas-gigantes vivem na região centro-sul da China. São 2500 indivíduos vivendo em pontos isolados, o que acarreta um obstáculo para o acasalamento e coleta de alimentos dos animais.

A dificuldade para promover a reprodução dos pandas são enormes, pois as fêmeas só entram no cio uma vez por ano, por no máximo três dias.

Em 2005, em projetos de reprodução em cativeiro, a espécie reproduziu 25 filhotes.

Baleia-fin (Balaenoptera physalus)

baleia fin
A baleia fin é uma espécie ameaçada de extinção classificada como vulnerável

A baleia-fin é a segunda maior espécie baleia, com cerca de 27 metros de comprimento e peso médio de 70 toneladas.

Esta espécie de baleia já foi considerada "em perigo", porém com a proibição da caça comercial no oceano Pacífico e no hemisfério Sul, contribuiu para que a população aumentasse.

Ambientalistas e organizações afirmam que as campanhas de conservação da espécie devem ser mantidas a fim de preservar a espécie.

Animais ameaçados de extinção na categoria Em perigo

Arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari)

arara azul de lear
A arara-azul-de-lear é uma das espécies mais ameaçadas do Brasil

A arara-azul-de-lear é uma espécie brasileira que se encontra na lista dos animais em extinção na categoria "em perigo", principalmente como consequência do tráfico de animais e destruição do seu habitat, o bioma da Caatinga, mais especificamente o interior da Bahia.

Atualmente, a arara-azul-de-lear faz parte de programas que tem como objetivo a conservação da espécies, incluindo ações de educação ambiental, conscientização e envolvimento da comunidade.

Atualmente, estima-se que existem cerca de 1200 exemplares.

Conheça também outras espécies semelhantes como:

Pinguim-africano (Spheniscus demersus)

pinguim africano
O pinguim-africano é a única espécie de pinguim que vive na África

O pinguim-africano habita na costa sul da África e sua população diminuiu em cerca de 90% desde 1910.

As principais ameaças para o pinguim africano são os frequentes derrames de petróleo que ocorrem naquela área. Além disso, a pesca industrial da região tem obrigado a espécie a procurar comida cada vez mais longe da costa.

Peixe-boi-marinho (Trichecus manatus Linnaeus)

peixe boi marinho
O peixe-boi-marinho é uma espécie considerada em perigo de extinção

O peixe-boi-marinho é uma espécia brasileira que encontra-se na lista dos animais em extinção na categoria "em perigo".

Pesquisadores estimam que atualmente existem cerca de 500 indivíduos distribuídos nos estados do Alagoas e Amapá.

No passado a espécie foi alvo de caça, porém atualmente as ameaças mais comuns estão relacionadas à ação do homem, como poluição e destruição do habitat natural.

Gorila-da-montanha (Gorilla beringei beringei)

gorila da montanha
O gorila-da-montanha é uma espécie ameaçada de extinção e classifica-se como Em perigo

O gorila-da-montanha é uma espécie de mamífero que atualmente é classificado como "em perigo de extinção" e pode ser encontrado na África Central, mais especificamente em Uganda, Ruanda e República Democrática do Congo.

Estudos indicam que em 2008 existiam aproximadamente 680 exemplares, fazendo com que fosse considerada como criticamente ameaçada, porém esse status mudou devido as ações realizadas para a preservação da espécie. Atualmente, registros apontam que a população aumentou para pouco mais de 1000 indivíduos em 2018.

As principais causas para extinção dessa espécie estão relacionadas à caça e doenças introduzidas pelo homem, especialmente infecções respiratórias.

Animais ameaçados de extinção na categoria Criticamente ameaçada

Condor-californiano (Gymnogyps californianus)

condor californiano
Existem várias experiências de reprodução em cativeiro do condor-californiano

O condor-californiano ou condor-da-Califórnia vive no México e nos Estados Unidos. A ave é vítima da caça esportiva e da destruição de seu habitat, sendo estes os principais motivos para este animal ser considerado como criticamente ameaçado de extinção.

Existem dois santuários para preservação da espécie, um em San Rafael Wilderness e outro, em Los Padres National Forest.

Atualmente, estima-se que a população desta espécie é mantida através da reprodução em cativeiro, uma alternativa para evitar a extinção da espécie.

Baleia-azul (Balaenoptera musculus)

baleia azul
A baleia-azul é o maior mamífero da Terra

A baleia-azul é uma espécie que existia em grande abundância até o início do século XX, mas foi levada à quase extinção depois de mais de cerca de 150 anos de caça intensa.

No ano de 2002, uma estimativa sugeriu que existissem entre 5 mil a 12 mil baleias azuis nos oceanos, especialmente na Antártica. Estudiosos afirmam que a população da baleia-azul pode se recuperar, o que atualmente fica em torno de 3 mil exemplares.

Macaco-prego-galego (Sapajus flavius)

macaco prego galego
O macaco-prego-galego é uma espécie que está criticamente ameaçada de extinção

O macaco-prego-galego é uma espécie de mamífero nativo do Brasil e a principal causa para sua extinção está relacionada à ação do homem, como o desmatamento, poluição e expansão urbana em áreas de mata.

Atualmente, estima-se que existem aproximadamente mil indivíduos que estão espalhados pelo bioma da Mata Atlântica.

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a população desta espécie já diminui cerca de 50% desde quando foi descrita, há aproximadamente 10 anos.

Soldadinho-do-araripe (Antilophia bokermanni)

soldadinho do araripe
O soldadinho-do-araripe é uma espécie brasileira que está criticamente ameaçada de extinção

O soldadinho-do-araripe é uma ave que tem como habitat a Caatinga, principalmente no estado do Ceará, na Chapada do Araripe.

A degradação do seu habitat contribuiu para que esta espécie fosse considerada como criticamente ameaçada de extinção, pois estima-se que aproximadamente 60 casais maduros foram mortos.

Pesquisadores apontam que a área que o soldadinho-do-araripe vive sofre com a diminuição dos recursos hídricos, prejudicando a sobrevivência da espécie.

Quer saber mais sobre os Animais em Extinção? Leia também:

Juliana Diana
Juliana Diana
Licenciada em Ciências Biológicas pelas Faculdades Integradas de Ourinhos (FIO) em 2007. Pós-graduada em Informática na Educação pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2010. Doutora em Gestão do Conhecimento pela UFSC em 2019.