Arte Grega

Laura Aidar

A arte grega abarca todas as manifestações artísticas e revela a história, a estética e mesmo a filosofia desta civilização.

O povo grego foi na antiguidade um dos que exibiam manifestações culturais mais livres, rendendo-se pouco às ordens de reis e sacerdotes, pois acreditavam que o ser humano era a concepção mais incrível do universo.

A arte grega passou pelos períodos arcaico, clássico e helenístico, e cada uma dessas fases históricas, influenciou a elaboração das obras.

arte grega
Detalhe de escultura grega

Características da Arte Grega

Os gregos se destacaram especialmente na pintura, na arquitetura e na escultura. Vejamos algumas características:

  • Simetria;
  • Perfeição;
  • Obras realizadas a partir de modelos vivos;
  • Uso religioso, doméstico ou funerário;
  • Valorização do ser humano.

As pinturas e esculturas eram concebidas a fim de serem belas e assim perfeitas, de acordo com os princípios da filosofia grega. Esta, talvez, seja a principal característica da arte grega, o que a torna singular e cujas influências são visíveis até os nossos dias.

As artes foram ainda influenciadas pelas próprias civilizações com as quais a Grécia se relacionava. Afinal, a Magna Grécia, compreendeu possessões na costa da Turquia, Macedônia, e sul da Itália.

Pintura Grega

Vaso Grego
Jovem dança ao som da flauta

A arte da pintura era desenvolvida em cerâmicas, bem como nas paredes das grandes construções. Os vasos nem sempre foram peças de decoração, sendo utilizados no trabalho diário ou para guardar mantimentos, tais como vinho e azeite.

As pinturas mostravam harmonia e rigor nos detalhes. No que respeita às cores, seguia-se o seguinte padrão: figuras negras sobre fundo vermelho ou figuras vermelhas e douradas sobre fundo negro ou fundo branco.

Os principais pintores foram: Clítias, Exéquias e Sófilos.

Arquitetura Grega

Panteon de Atenas
Aspecto exterior do Panteão de Atenas, na capital da Grécia

Os grandes templos erguidos pelos gregos tinham o propósito de prestar culto aos seus deuses. Uma das suas características é a utilização das colunas e a simetria entre a entrada e os fundos do templo.

Igualmente, as praças eram importantes dentro da polis grega, pois eram um local de encontro e de passagem para seus habitantes.

Outras obras de interesse na arquitetura grega foram a Acrópole de Atenas, Colosso de Rodes, Estátua de Zeus, Farol de Alexandria, Templo de Ártemis.

A princípio, apenas as obras públicas recebiam atenção e imponência, entretanto, no século V a.C., as moradas também começam a ser realizadas de forma mais confortável e espaçosa.

Estilos Arquitetônicos Gregos

estilos arquitetônicos gregos

Podemos definir três estilos arquitetônicos gregos:

  • Coríntio: rico em detalhes;
  • Dórico: simples e maciço, representa o masculino;
  • Jônico: luxuoso, representa o feminino.

Os principais artistas da arquitetura grega foram: Calícrates, Fídeas e Ictinos.

Escultura Grega

Escultura Grega
Exemplos das primeiras esculturas gregas onde a mulher estava vestida e o homem, nu

Esta arte se manifesta nas esculturas dos deuses e dos atletas cuja perfeição dos detalhes dos corpos tornam os gregos excepcionais nessa manifestação artística.

As esculturas, chamada de kouros - homem jovem e korés - mulher jovem, eram inicialmente feitas de mármore. Encontravam-se numa posição rígida e simétrica com o objetivo de dar-lhes equilíbrio.

No entanto, com a necessidade de retratar movimentos, o mármore foi substituído pelo bronze por se tratar de um material mais leve. Assim, reduzia a probabilidade de a esculturar se partir.

Com o tempo, as esculturas femininas que eram vestidas, passaram a se apresentar sem roupa. Da mesma forma, as estátuas não tinham grandes expressões faciais e passaram a retratar sentimentos.

As esculturas gregas que chegaram até o dias de hoje são cópias feitas pelos romanos. Poucos exemplos, como a Vênus de Milo, são originais.

Os principais nomes da escultura grega foram: Fídias, Lisipo, Miron, Policleto e Praxíteles.

Teatro Grego

O teatro teve início com as festas em honra aos deuses, mais precisamente com o culto à Dionísio e se constituíam numa parte das celebrações religiosas.

Além dos atores, contavam com o coro que comentavam a cena e explicavam as sutilezas das tramas para o espectador. A tragédia grega constitui uma das maiores heranças artísticas desse povo e são encenadas até hoje.

teatro grego
Representação de uma apresentação de teatro na Grécia Antiga

O desenvolvimento artístico do teatro está intimamente ligado à arquitetura dos anfiteatros gregos que aproveitavam o máximo a acústica para que todos pudessem ouvir o texto.

Mais tarde, o teatro passou a retratar o cotidiano através da comédia.

Os principais artistas do teatro grego foram: Choerilus, Phrynichus e Pratinas.

Arte Grega e Romana

Frequentemente ouvimos falar em arte greco-romana e isto ocorre pois a arte grega influenciou a arte romana. Os romanos tentaram imitar a arte grega porque ficaram impressionados com ela por ocasião do domínio da Grécia.

A arte grega, por sua vez, também sofreu a ação da arte romana. Uma prova disso é o uso de arcos em detrimento das colunas na construção dos templos e palácios.

Para saber sobre outros períodos importantes, leia:

Quiz de História da arte

Laura Aidar
Laura Aidar
Arte-educadora, pesquisadora e fotógrafa. Licenciada em Educação Artística pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2007 e formada em Fotografia pela Escola Panamericana de Arte e Design, localizada em São Paulo, em 2010.