Espanhol no Enem: dicas infalíveis para você arrasar na prova

Carla Muniz

A prova de espanhol do Enem consiste em 5 questões que integram a parte de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

Essas questões são elaboradas com o objetivo de avaliar os conhecimentos dos participantes no que diz respeito a interpretação de texto e estruturas linguísticas.

Você é um dos candidatos que escolheu a língua espanhola no Enem?

Não deixe de conferir 7 valiosas dicas que o Toda Matéria selecionou para ajudar você a saber como estudar.

Bons estudos!

1. Pratique a interpretação de textos

cabeça engrenagem

O principal foco das provas de língua estrangeira do Enem é a interpretação de textos.

Não se preocupe em saber o significado de cada uma das palavras utilizadas, mas sim em compreender a mensagem expressa; a ideia apresentada.

As perguntas são feitas com base em tipos de texto variados, que podem ir desde notícias de jornais e revistas a quadrinhos, poesias e anúncios.

Lembre-se: quanto mais você praticar a leitura, melhor!

Para te ajudar nessa missão, o Toda Matéria separou uma série de sites utilizados como fontes de texto das questões de provas anteriores do Enem.

Vale a pena conferir!

  • Notícias: El País, La Nación, Diário Jaén, Andina; Revista Ñ (Clarín), Página 12.
  • Blog: Azaral.
  • Cartun: Todo de Carton.
  • Ciências: National Geographic (em espanhol), Sinc.
  • Literatura: Cervantes Virtual.
  • Ação social: X solidaria.

2. Aplique técnicas de leitura

aluna fazendo prova

Não é preciso ser fluente em espanhol para fazer uma boa prova. Com dedicação, estudo e algumas técnicas de leitura, é possível ter um ótimo desempenho!

Veja as dicas que o Toda Matéria listou para ajudar você.

  • Leia o título e o subtítulo (caso haja): faça uma leitura atenta de ambas as informações pois isso pode ajudar você a ter uma noção de contexto em relação ao tema que será apresentado.
  • Verifique a fonte do texto: através dessa informação você pode conseguir identificar o tipo de texto da questão. Em provas anteriores, foram utilizados poemas, artigos de revista/jornal, anúncios, cartuns, etc.
  • Observe a imagem com atenção (caso haja): fique atento a todos os elementos da imagem: objetos, plano de fundo e expressões faciais, por exemplo. Quem sabe não está aí a resposta que você procura.
  • Confira a pergunta e as alternativas de resposta: a primeira coisa que você deve fazer, antes mesmo de começar a ler o texto, é ler o enunciado da questão e compreender as alternativas de resposta. A resolução do exercício será facilitada dessa forma, pois você já terá uma ideia do tipo de informação que deve procurar no texto.

3. Enriqueça seu vocabulário

glossário

Ainda que não seja necessário saber o significado de palavra a palavra ao ler um texto, é de se reconhecer que quanto melhor forem os conhecimentos de vocabulário, mais bem-sucedidas serão a leitura e a compreensão do exercícios.

Não sabe como fazer para compreender mais palavras? Simples! Que tal criar o seu próprio glossário?

Você pode comprar um caderno exclusivamente para essa finalidade e a partir de então, anotar palavras do espanhol que você não conheça e a respectiva tradução ao lado.

Além de palavras isoladas, também podem ser registradas algumas expressões idiomáticas, por exemplo.

O Toda Matéria sugere que você ordene as informações alfabeticamente. Para isso, basta separar um número determinado de folhas para cada letra do alfabeto.

Assim, será mais fácil procurar as palavras quando necessário.

Esse glossário pode ser lido de tempos em tempos para que você consiga internalizar as palavras anotadas.

Consulte os conteúdos abaixo para aprimorar os seus conhecimentos sobre o vocabulário em espanhol.

4. Faça uma revisão da gramática

gramática esp

Embora a base da prova seja a interpretação de textos em espanhol, é muito importante que os participantes apresentem um mínimo de conhecimentos sobre a gramática espanhola.

Veja alguns pontos que merecem destaque.

Uso do artigo neutro lo: como não existe equivalente em língua portuguesa, é muito comum que os participantes apresentem alguma dificuldade em compreender o uso desse artigo.

Lo é utilizado para substantivar adjetivos, advérbios e particípios, para se referir realidades abstratas (lo bueno, lo grande).

Exemplo:

Lo mejor está por venir. (O melhor está por vir.)

Uso de verbos reflexivos: em espanhol, o pronome reflexivo se pode ser posicionado antes do verbo flexionado ou aglutinado ao verbo quando ele está no infinitivo, no gerúndio ou no imperativo.

Exemplos:

Ellos se decidieron quedar. (Eles decidiram ficar.)

Ellos decidieron quedarse. (Eles deciciram ficar.)

Essa é uma estrutura verbal que não existe na língua portuguesa e, por isso, muitos participantes se sentem perdidos por não conseguirem estabelecer correspondência com o próprio idioma.

Tempos verbais: é importante que o participante compreenda quando determinado tempo verbal é utilizado, e também que saiba reconhecer suas respectivas flexões.

Assim, é possível situar no tempo o discurso do texto, do enunciado e das alternativas de resposta.

Exemplos:

Mis amigos llegaron temprano. (Meus amigos chegaram cedo.)

Mis amigos llegarán temprano. (Meus amigos chegarão cedo.)

Ao ler os exemplos acima, é preciso ter algum conhecimento sobre os tempos verbais em espanhol para compreender que, embora parecidas, as frases falam de diferentes momentos: a primeira, no Pretérito Perfecto Simple , indica um momento passado e a segunda, no Futuro Simple, indica um momento futuro.

Confira os links abaixo e comece hoje mesmo a estudar a gramática espanhola:

5. Tenha cuidado com os falsos amigos

falsos amigos espanhol

O que parece facilitar a compreensão da língua espanhola pode, na verdade, se tornar uma grande dor de cabeça: a semelhança entre as línguas.

Os participantes que não possuem muitos conhecimentos nem de inglês, nem de espanhol, tendem a escolher o idioma espanhol como opção de língua estrangeira.

Por vezes, são levados pela falsa ideia de que “é mais fácil de entender porque é igual ao português”.

Fique alerta!

De fato esses idiomas têm em comum muitas palavras que são escritas e pronunciadas da mesma forma. No entanto, por vezes o significado é diferente de acordo com o idioma.

Exemplo:

Guitarra: palavra espanhola que em português significa violão.

Outro exemplo disso é a palavra rato, que em português é um animal roedor e em espanhol é o que chamamos de mouse (do computador.)

6. Fique por dentro das atualidades

Actualidades

Muitos dos textos que servem de base para as questões da prova são artigos de jornais e revistas.

É muito importante que você esteja familiarizado com esse tipo de texto, pois isso poderá te ajudar a alargar o seu leque de vocabulário em relação a determinado assunto.

Se você estiver acostumado a ler artigos de jornais/revistas espanhóis sobre tecnologia e for esse o tipo de texto escolhido para determinada questão, certamente você terá mais facilidade na leitura e uma maior capacidade de compreensão.

Veja abaixo uma lista de sites de notícias onde você pode se manter informado em espanhol:

  • El País
  • Clarín
  • La Nación
  • El Universal
  • El Tiempo

7. Treine com as provas anteriores

provas anteriores enem

Agora que você já sabe o que fazer para ter sucesso na prova, que tal colocar em prática todas as dicas do Toda Matéria que você acabou de ler?

Você pode visitar o site do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que é o responsável pela prova do Enem, e ter acesso não só a todas as provas, mas também aos seus respectivos gabaritos.

Boa sorte!

Você sabia?

Apesar de já existir desde 2008, a prova do Enem começou a testar os conhecimentos dos participantes no que diz respeito a idiomas em 2010.

Desde então, os candidatos podem escolher entre os idiomas inglês e espanhol.

Apesar de o ensino do inglês nas escolas brasileiras datar de mais tempo, muitos optam pelo espanhol. Alguns por não terem conhecimentos de inglês, outros pela proximidade com a língua portuguesa.

Se você está se preparando para o Enem, confira nossos conteúdos feitos por especialistas:

Carla Muniz
Carla Muniz
Professora, lexicógrafa, tradutora, produtora de conteúdos e revisora. Licenciada em Letras (Português, Inglês e Literaturas) pelas Faculdades Integradas Simonsen, em 2002.